O blog Viveram felizes para sempre promoveu no Wattpad – uma rede social mundial para escritores e leitores – o Concurso Vênus. Nosso objetivo foi escolher os melhores casais da plataforma, independente do gênero. Teve fantasia, mistério, ficção cientifica e até anjo com demônio. Achamos justa toda forma de amor!

A resenha será do livro A violinista de Auschwitz, do autor Guilherme Ribeiro, vencedor da categoria Desidratada (casais para nos fazer chorar).

Pensa em alguém que ama romance. Agora pensa naquela pessoa que é fascinada em história da Segunda Guerra Mundial. Pensa também na que gosta de música. Junta as três coisas e temos a personificação da felicidade desta leitora ao encontrar A violinista de Auschwitz.

Sério! Que história mais linda, e também mais triste. Não é à toa que ganhou em primeiro lugar na categoria Desidratada. Se eu chorasse mais um pouquinho meu marido teria que chamar o Samu para me socorrer. Comecei no primeiro capítulo e não parei mais.

Nossa pequena Evellyn é uma violinista judia enviada para os campos de concentração de Auschwitz. Separada da família e do noivo, vai parar em um lugar em que é humilhada, maltratada e violentada constantemente. Ela chegou à beira da morte muitas vezes, no entanto, sempre foi salva.

Nos olhos azuis do soldado alemão Ayden começou a encontrar a tranquilidade e a paz que o horrível local a tirou. Ele não sabe muito bem o que está fazendo, porque se sente tão atraído pela bela jovem de cabelos escuros, mas não consegue parar. Correndo risco de serem pegos se entregam ao amor mesmo diante de tantas dificuldades.

A obra retrata toda a crueldade dos campos de concentração e também como é possível nascer o mais puro e lindo sentimento no meio da dor. Fiquei arrepiada. Tenho que elogiar o dom do autor para descrições, me senti lá no meio do caos.

Vem ler:

.: A violinista de Auschwitz

Trilha sonora para embalar a leitura

Make you feel my love (Adele)

I’d go hungry
I’d go black and blue
I’d go crawling
Down the avenue
No, there’s nothing
That I wouldn’t do
To make you feel my love

The storms are raging
On the rolling sea
And on the highway of regret
Though winds of change
Are blowing wild and free
You ain’t seen nothing
Like me yet

E se virasse filme

Ahhh esses dois. Chega a dar uma dorzinha no coração! ❤

NOTA: 4,5

* Notas de 1 a 5.