Após a morte inesperada de seu pai, Macy Queen se transforma na garota perfeita e previsível. A filha perfeita, aluna excelente, namorada do cara mais inteligente, com seu futuro cuidadosamente planejado.

Para qualquer um de nós, o nosso para sempre poderia terminar em uma hora, ou cem anos a partir de agora. Você nunca sabe com certeza, então é melhor fazer cada segundo contar.

Enquanto seu namorado Jason vai para um Brain Camp durante o verão, o que lhe resta é passar a temporada de calor trabalhando na biblioteca (porque era o certo a se fazer), estudando para STA (porque não quer decepcionar sua mãe) e jantando com sua mãe todos os dias (em silêncio porque é a única forma que ela conhece de respeitar seu luto).

Eu gosto de falhas. Eu acho que eles tornam as coisas interessantes.

Mas se há uma certeza na vida é que o inesperado as vezes acontece. Em um dos eventos realizados por sua mãe, Macy acaba na cozinha ajudando o pessoal do buffet Wish e descobre que a vida pode ser mais do que acordar com tudo planejado. Com sua equipe divertida e caótica o buffet a recebe de braços abertos e em meio a essa nova família está Wes.

Nunca existe um momento ou lugar para o amor verdadeiro. Acontece acidentalmente, em um piscar de olhos, em um único momento intermitente e palpitante.

Além de um talento artístico incrível, Wes carrega consigo um passado sombrio. Pela primeira vez desde a morte de seu pai, ela se sente confortável na presença de outra pessoa. Compartilhando verdades e momentos divertidos, eles começam a desenvolver um sentimento único. Enquanto Macy se aventura fora de sua concha, ela começa a questionar sua vida planejada.

Trilha sonora para embalar a leitura

You only live once (The Strokes)

Some people think they’re always right
Others are quiet and uptight
Others they seem so very nice (nice nice nice oh-ho)
Inside they might feel sad and wrong (oh no)

E se virasse filme

NOTA: 4

* Notas de 1 a 5.