Um romande new adult de J.A. Redmerski cheio de aventura, reflexões, descobertas e amor envolvente. A história é narrada em primeira pessoa, intercalando a visão dos dois.

Cam tem 20 anos e está cansada de seguir o que esperam que ela faça. Seu primeiro amor morreu, seu novo namorado a traiu, seus pais se divorciaram, seu irmão foi preso e, se não bastasse, briga com sua melhor amiga. Decidida a dar uma reviravolta na sua vida, entra num ônibus sem destino.

Ando até o espelho e me olho nele, olho nos olhos de uma garota que sinto que conheço, mas da qual nunca me tornei verdadeiramente íntima. Me sinto realmente separada de mim mesma, de tudo. (Cam)

Andrew é um jovem de 25 anos lindo e charmoso. Encontra Cam pela estrada no caminho para visitar o pai que está morrendo no hospital. Perturbado com seus problemas (que vão muito além do pai), ele dá uma brecha na tristeza para se deixar envolver com Cam. Os dois passam a viver lindos momentos viajando juntos e descobrindo suas vontades até então abafadas pela vida.

Nunca vivi da forma como vivi durante minha curta convivência com você. Pela primeira vez na vida, me senti inteiro, vivo, livre. Você foi a peça da minha alma que faltava, o ar nos meus pulmões, o sangue nas minhas veias. Acho que se existem mesmo vidas passadas, então fomos amantes em cada uma delas. (Andrew)

A leitura é fácil e muito divertida, mas confesso que fiquei preocupada já nos capítulos finais, onde o clímax da história, o problema ainda não tinha aparecido. Nunca imaginei que seria aquilo, e meu coração doeu por Cam e Andrew. No último capítulo, quase tive um infarto ao começar a ler, de tão emocionante.

O que mais levei da história foi a mensagem por trás do romance dessa vez. A coragem de deixar o medo de lado e fazer o que a gente realmente quer. Sem se preocupar com os outros, com o que seria “correto”. Nunca deixar nosso verdadeiro eu escondido.

Há uma sequência para esse livro, chamada Entre o agora e o sempre. Mas achei tão perfeito o final desse primeiro que decidi, pelo menos por hora, encerrar na minha mente a história da Cam e Andrew. Pelo que li em resenhas, achei desnecessária a continuação.

Trilha sonora para embalar a leitura

– Para a parte romântica: A thousand years (Christina Perri)

♫ I have died every day waiting for you
Darling don’t be afraid
I have loved you for a thousand years
I’ll love you for a thousand more♫

– Para a parte reflexiva: Who you are (Jessie J)

♫ Brushing my hair, do I look perfect?
I forgot what to do to fit the mold
The more I try, the less it’s working
Cause everything inside me screams
No, no, no, no, no, no, no
Don’t lose who you are in the blur of the stars♫

E se virasse filme

Se a história de Camryn e Andrew fosse para as telinhas, ia adorar os seguintes atores como protagonistas:

e-se-virasse-filme

NOTA: 5

nota

* Notas de 1 a 5.